Poesias

José Solon Sales e Silva

Titular da Cadeira nº 34

 

CORAÇÃO DE VERDADE

Ele pede perdão

Não é perdoado

Mas pede perdão

Pra ser perdoado

É hora de melhorar

Não sou melhor que ninguém

Vaidade pra quê? Melhorar

Ninguém é melhor que ninguém

Coração verdade

Coração querido

 Coração liberdade

Coração bandido

Ele pede perdão

Perdão não lhe dão

Só existe solidão

Coração são

O amor tem mistérios

Um desejo a olhar

Sem muitos mistérios

Com desejo a caminhar

Bate à porta

Beija flor te atende

Vale tudo sem resposta

Vale a pena atender

Coração de verdade

Vai e vem

Volta e vai

É verdade

Coco, 06/09/2020

 

Mais artigos do Autor.