Crônicas

José Solon Sales e Silva

Titular da Cadeira nº 34

TRÊS DÉCADAS

            Completar trinta anos é coisa boa. Ah, já cheguei ao dobro. Em geral não se usam três décadas para comemorar aniversários de pessoas, mas eu uso. Aos trinta fazia planos para a vida que achava ser muito longa, hoje constato que o tempo corre e tudo passa muito rápido. Nesta fase da vida o homem já venceu a idade da razão e das paixões pela lógica de Rousseau. Dizem que o homem passa pela crise dos 30 anos. Não lembro de ter vivido esta crise.

            Existe uma expressão popular aonde se diz “tu trintas hoje, não é?” e isto quer dizer entrar em nova década em novos horizontes, em novas crenças, novos valores. Mas o que muitos pensam sobre os valores da vida? A vida é dual é abnegação, compreensão. Como seres gregários não rejeitamos companhias e para tê-las é preciso sabedoria que só vamos adquirindo com o passar dos anos.

            Bom demais chegar aos trinta, melhor ainda aos sessenta. Fico a refletir hoje, se eu tivesse a cabeça que tenho na idade de trinta viraria o mundo pelo avesso. Mas nem tudo é como se quer tudo é como é. A vida é construída por etapas e esta etapa é uma das mais interessantes. Nesta fase da vida já sabemos que não somos capazes de sermos ótimos em tudo, portanto é fundamental especializar-se focando nas suas potencialidades, naquilo que realmente você faz bem.

            Nem sei explicar porque me veio este tema hoje. Mas tenho sentimento forte sobre o numeral três que tem significado religioso com o Espírito Santo, portanto a sabedoria da alma humana. Na década dos trintas o homem passa a adquirir esta sabedoria que vai se consolidando com o tempo. Para a numerologia o numeral três indica que a pessoa é otimista e tem bom gosto, mas como na vida tudo é dual, também indica o exibicionismo e a ostentação. Mas somos mesclados pelo bom e menos bom.

            Conheci e conheço muitos com trinta anos e asseguro que são pessoas de boas índoles, dolentes, caritativos, prestimosos, impacientes, irritadiços, reservados. São pessoas integras, sobretudo. Seres apreciáveis, pelo simples fato de serem humanos. 

            Trinta anos. Idade bonita, idade boa de ser vivida. Três décadas é muito tempo e ao mesmo tempo muito pouco tempo. Viver e viver em plenitude é ideal divinal. Viver e aproveitar a felicidade é ideal possível e deve ser desfrutado. Parabéns a todos que hoje completam trinta anos de existência. Felicidades e vida longa para mais seis décadas com saúde e paz!

            Aldeota - 25/05/2021

Mais artigos do Autor.