Expirado
Artigos

José Solon Sales e Silva
Titular da Cadeira Nº 34 - Patrono: Cônego Francisco José Aragão e Silva

 

1938 -  Nasce em Fortaleza no dia 20 de setembro. Foi batizado na Catedral de São José, em Fortaleza, pelo Monsenhor Luiz de Carvalho Rocha. Em 22 de setembro foi registrado no Cartório João de Deus, em Fortaleza,

1940 - O casal Antônio Cícero e Silva e Anísia muda-se do Quadro da Igrejinha, em Ipu, para residência ao lado da igreja matriz e vizinha a casa paroquial. Isso teria influenciado na vocação do Pe. Aragão?

1944 - Inicia os primeiros estudos com sua mãe, que era professora.

1950 - Em 01 de agosto ingressa no Seminário Menor de Sobral, dando início a vida religiosa.

1958 - Muda-se para São Paulo onde realiza os estudos do Seminário Maior no Seminário Central da Imaculada Conceição do Ipiranga. Ali concluiu os Cursos de Filosofia e Teologia.

1959 - Frequenta o Seminário Missionário Bom Jesus de Aparecida do Norte que teve sua pedra fundamental lançada pelo cearense D. Lino Deodato Rodrigues de Carvalho, em 6 de agosto de 1894. D. Lino foi o 9º Bispo de São Paulo.

1960 - Convive amiúde com seu primo Pe. Dr. José Lourenço de Aragão Araújo, responsável por sua ida ao Seminário da Imaculada Conceição, em São Paulo, de onde era professor.

1961 - Passa outra temporada no Seminário Missionário Bom Jesus em Aparecida do Norte, São Paulo. Este Seminário, transformado em Pousada do Bom Jesus, hospedou três Papas na hoje chamada “Ala Pontifícia”, João Paulo II (1980), Bento XVI (2007) e Francisco (2013).

1962 - Recebe a primeira tonsura clerical, em 08 de fevereiro, das mãos de D. João José da Mota e Albuquerque, na Capela Episcopal de Sobral, Ceará.

1963 - Recebe as Ordens Menores do Ostiariado e Leitorado das mãos do Exmo. E Revmo. Dom João José da Mota e Albuquerque, a seis de janeiro, na Igreja Matriz de Jesus, Maria, José de Poranga, Ceará.

1965 - Ordenado com o recebimento do Presbiterado das mãos do Exmo. Revmo. Senhor Dom Antônio Batista Fragoso, Bispo de Crateús, na Matriz de São Sebastião de Ipu, com autorização do Vigário Capitular, Mons. Joaquim Arnóbio de Andrade, em 10 de janeiro. A Diocese de Sobral, encontrava-se como sede vacante. Foi o primeiro padre a ordenar-se na Igreja Matriz de São Sebastião. Foi Padrinho de Ordenação o ipuense, Pe. Dr. José Lourenço Aragão Araújo, seu primo legítimo, filho de Oswaldo Araújo e Estrela Aragão Araújo e Panegerista o Pe. Benedito Ulhoa Vieira, que foi Reitor do Cônego na época de sua formação no Seminário Central do Ipiranga, em São Paulo. Pe. Benedito foi nomeado Bispo Auxiliar de São Paulo em 1972.

1965 - Após a ordenação é nomeado pelo Mons. Joaquim Arnóbio, Administrador Diocesano para coadjutor do Pe. Joviniano Loiola Sampaio, vigário de Santana do Acaraú.

1965 - Em 01 de agosto é nomeado pelo novo bispo da Diocese, D. Walfrido Teixeira Vieira, Vigário de Santana do Acaraú.

1965 - No mês de outubro, celebra em Ipu, missa de Bodas de Ouro do Sr. José Gentil Paulino (conhecido como Zeca Paulino) e D. Ilda de Sousa Paulino, na casa do casal, no residência deste na Praça Abílio Martins, vizinho a Drogaria do Sr. Paz. D. Ilda era filha do Sr. Porfírio José de Sousa e Zeca Paulino nascido em Guaraciaba do Norte em 1880.

1969 - Em 20 de dezembro na Capela de Nossa Senhora das Graças, do Patronato Souza Carvalho, em Ipu, celebra solenemente o matrimônio de seu único irmão Antônio Humberto Aragão e Silva com Joana Dolores Sales e Silva.

1970 - Professor de Religião na Faculdade de Filosofia da Universidade do Vale do Acaraú, em Sobral.

1970 - Batiza, na Matriz de São Sebastião de Ipu, a sua primeira sobrinha, Marinisi Sales Aragão, que recebeu como padrinhos os irmãos, Evander Uchoa Lopes e Creusa Uchoa Lopes.

1971 - Viaja a Medellín, na Colômbia, atraído pela Conferência Geral do Episcopado Latino-americano que aconteceu naquela cidade em 1968. Ali visitou todos os lugares sagrados notadamente a Catedral Basílica da Imaculada Conceição.

1972 - Assume a Presidência Municipal do Movimento Brasileiro de Alfabetização -MOBRAL em Santana. Foi um grande entusiasta desta ação educacional.

1973 - Foi um dos idealizadores e primeiro Diretor do Centro Educacional João Cordeiro, em Santana do Acaraú.

1973 -Apadrinha e batiza, seu segundo sobrinho, Milton Sales Aragão, no batistério da Matriz de São Sebastião em Ipu. O batizando recebeu como madrinha sua tia avó, Maria Beatriz Farias Sales.

1976 - Assume, como Diretor a Escola Nazaré Severiano, em Santana do Acaraú.

1976 - Comemora as Bodas de Esmeralda, 40 anos, de seus pais, celebrando missa no Casarão do Cel. José Aragão, onde estiveram presentes os familiares e alguns amigos mais próximos.

1977 - Em 27 de julho realiza o batizado do seu terceiro sobrinho, Sidclay Sales Aragão, no Batistério de São Sebastião em Ipu.

1978 - Batiza sua quarta e última sobrinha, Janise Sales Aragão, também na Matriz de São Sebastião do Ipu, no dia 27 de julho.

1978 - Fundou em Santana do Acaraú, uma entidade civil denominada Movimento de Promoção Humana, com finalidade filantrópica para angariar recursos com o objetivo de construir casas e desenvolver infraestrutura para o Pedegral, uma comunidade altamente carente neste período.

1979 - A partir deste ano inicia negociações com o então Programa de Assistência as Favelas da Região Metropolitana de Fortaleza - PROAFA, presidida por D. Luiza Távora, com o objetivo de conseguir recursos para a construção de cem casa.

1981 - Faleceu a 01h15min do dia 06 de dezembro sua mãe Anísia Aragão e Silva, momento de grande consternação para o Padre. O reverendo celebrou várias missas durante o velório. Presidiu a missa de corpo presente na matriz de Ipu, juntamente com o Monsenhor Moraes, pároco de Ipu, Monsenhor Antonino, também ipuense e mais dois padres da diocese.

1982 - Durante os festejos da Padroeira Nossa Senhora de Santana e com a presença do Governador do Estado Cel. Virgílio Távora e da Primeira dama D. Luiza Fernandes Távora é inaugurado o Conjunto Habitacional, que por sugestão do Padre Aragão levou o nome da Primeira dama, evento de contou com grande júbilo e grande festa pela população santanense e notadamente pelos moradores do Pedregal.

1982 - Durante os festejos de Santana, em missa campal, o Padre Aragão ministra a primeira comunhão do seu sobrinho afilhado, Milton Sales Aragão que contava com nove anos de idade.

1983 - Ao assumir o governo, Gonzaga Mota, cortou do projeto original do conjunto habitacional, recursos equivalentes a vinte casas. Foram construídas portanto 81 (oitenta e uma casas) no Conjunto Habitacional Luiza Távora do Pedregal.

1984 - em Ipu, na Matriz de São Sebastião, o Padre realiza o casamento de sua irmã Gorete com Francisco Mendes Lopes, no dia 08 de julho.

1984 - em setembro o Padre é convidado por D. Walfrido, Bispo de Sobral, a seguir em sua comitiva para Roma em visita ad limina Apostolorum. Esta visita é realizada pelo Bispo há cada cinco anos e o Bispo é acompanhado de peregrinos provenientes da sua Diocese. Em Roma, o Padre Aragão, celebrou juntamente com seu Bispo, missa na Basílica de São João de Latrão, Catedral do Bispo de Roma, que é o Papa. De Roma o Padre Aragão segue para o Oriente Médio quando conheceu a Terra Santa. Em Jerusalém, refaz o caminho de Cristo ao Calvário e visita a Basílica da Natividade.   

1988 - em 10 de junho realiza o casamento de José Solon Sales e Silva com Fátima Helena Vieira Costa e Silva na Igreja do Cristo Rei em Fortaleza. Maria Farias Sales e Silva muito amiga do Padre Aragão solicitou ao mesmo para realizar o casamento do seu filho caçula ao que o Padre aquiesceu prontamente.

1988 - Celebra festivamente na Matriz de São Sebastião, missa alusiva aos 90 anos de idade de seu pai, Antônio Cícero e Silva. A missa contou com a presença de uma grande quantidade de ipuenses.

1990 - Durante todo o mês de janeiro celebrou seu jubileu de prata sacerdotal tendo a missa do dia 10 de janeiro sido celebrada por seu Bispo e amigo, D. Walfrido Teixeira Vieira com pompa e circunstância na Matiz de Santana do
Acaraú, sua paróquia de uma vida. Durante todo o mês de janeiro as festividades tiveram prosseguimento sendo que a cada domingo as celebrações eram presididas por seus colegas das paróquias vizinhas. Estes registros estão documentados no DVD comemorativo ao Jubileu de Prata do Pe. Aragão gravado por Leandro Studio de Santana do Acaraú.

1992 - Morre a 08 de março o Sr. Antônio Cícero e Silva, seu pai e o Padre concedeu a extrema unção dos enfermos assim como oficializou os ritos sacramentais do velório e missa de corpo presente que foi concelebrada com o Monsenhor Morais, pároco de Ipu. Em 07 de outubro é nomeado Cônego por Provisão de Dom Walfrido Teixeira Vieira que tem o seguinte teor: “Provisão de D. Walfrido Teixeira Vieira nomeando Cônego o Padre Francisco José Aragão e Silva, datada de 07 de outubro de 1992, registrada no livro nº 06, na folha 79 verso, sob o nº 339.”

1998 - Em 18 de março assume a Diocese de Sobral, Dom Aldo de Cillo Pagotto, após a aposentaria de Dom Walfrido. O novo Bispo faz uma reforma geral na Diocese e aposenta o Cônego Aragão, concedendo-lhe o Título de Pároco Emérito de Santana do Acaraú e o Cônego permanece vivendo em Santana do Acaraú e auxilia o novo pároco, celebrando diariamente na Igreja Matriz da sua tão amada Santana do Acaraú. Porém o fato da aposentadoria ainda muito novo, pois contava somente com 60 anos o deixou ainda mais depressivo, doença que já lutava contra há muito tempo e que veio a leva-lo a morte seis anos depois.

2001 - Aos 09 de novembro morre seu Bispo e amigo Dom Walfrido, que já era Bispo Emérito de Sobral desde 17 de março de 1998. Durante o período de internação de Dom Walfrido o Cônego Aragão deu-lhe assistência espiritual visitando o amigo diariamente e celebrando missa na Capela da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, onde o antístite padeceu. A morte de D. Walfrido foi um grande golpe para o Cônego, pois os dois trabalharam juntos durante 33 anos, idade de Cristo.

2004 - No mês de maio, devido a seu estado depressivo agravado interna-se na Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Em 09 de junho, ao levantar-se, levou um tombo e bateu com a cabeça na testeira da cama o que o levou a uma cirurgia, vindo a falecer em consequência no dia 12 de junho, com apenas 65 anos de idade. O velório aconteceu na Matriz e Santana e o sepultamento no Cemitério São Sebastião de Ipu, no dia 13 de junho, dia de Santo Antônio.      

2005 - Por proposição de um vereador da Câmara Municipal de Santana do Acaraú é criada a Rua Padre Francisco José Aragão e Silva que fica no Bairro do Pedregal, bairro este que o Cônego ajudou a criar, pois foi quem conseguiu construir casas populares para os menos favorecidos nos anos 80.

2017 - A Lei Nº 1547/2017, aprovada pela Câmara Municipal de Santana do Acaraú, “denomina de Casa do Padre Francisco José Aragão e Silva “Casa Paroquial” o nome oficial atribuída como MARCO HISTÓRICO, localizada no Município de Santana do Acaraú, Ceará e dá outras providências”, esta é a ementa da lei.

2018 - A lei estadual Nº 16.706 de 20 de dezembro denomina de Cônego Francisco José Aragão e Silva a Areninha no Município de Santana do Acaraú. Lei sancionada pelo Governador Camilo Santana. O projeto de lei foi uma iniciativa do Deputado Estadual José Albuquerque.

Referências:

SILVA, José Solon Sales e Silva. Cônego Aragão: esboço biográfico. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2015.

__________________________. Cônego Francisco José Aragão e Silva. Disponível em: https://academiaipuense.com.br/patronos/69-conego-francisco-jose-aragao-e-silva. Acesso em 05 Abr. 2023.

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ https://belt.al.ce.gov.br/index.php/legislacao-do-ceara/denominacao-de-equipamentos-publicos/item/6510-lei-n-16-706-de-20-12-18-d-o-21-12-18

https://informacoesdobrasil.com.br/rua/ce/santana-do-acarau/rua-padre-francisco-jose-aragao-e-silva+1807

Mais artigos do Autor.