Prof. Valdemir Mourão

Titular da Cadeira nº 2

 

Bastante, bastantes.

● Usa-se bastante, invariável, quando advérbio, modificando, portanto,
um advérbio, um verbo ou um adjetivo e pode ser substituído pelo
advérbio de intensidade muito. Exemplos:

1) Nestas férias, dormi bastante.
2) Dizem que escrevo bastante bem.
3) Procurei ser bastante simpático.

● Use bastantes, variável, quando precede um substantivo ou pospõe-se
a ele, substantivo. Ex.:

1) Há bastantes moedas aqui (pronome adj. indefinido).
2); Não há moedas bastantes aqui (adjetivo).
3) Eu já disse, bastantes vezes, que este trabalho é muito útil.
4) “Bastantes vergonha custara ao pobre pai,” (Manuel Antônio de
Almeida. Memórias de um Sargento de Milícias).

N.B: Embora para o ouvido soe estranho, bastante aceita flexão em
número, quando acompanhado de substantivo, conforme os itens acima.

 

Mais artigos do Autor.