Poesias

José Solon Sales e Silva

 

Cheiro, cheiroso

Gostoso, amado

Anjo barroco!

 

Anjo barroco

Amado, querido

Suave, devido

 

 

Quero-te sempre

Para toda a vida

Vivida, sentida!

 

Cheiro, cheiroso

Gostoso, amado

Anjo barroco!

 

Vida vivida

Sentida, amada

Quase madrugada

 

Amada sentida

Quase madrugada

Da vida vivida

 

Cheiro, cheiroso

Gostoso, amado

Da vida sentida

Do anjo barroco!

 

Anjo barroco

Gostoso amado

Do cheiro sentido

Da vida amada

Do anjo barroco!

 

Do barro foi

Do barroco é

Do claro, escuro!

 

Do escuro claro

Da nuance também

Do barroco ES

Do claro, amém!

 

Cheiro, cheiroso

Gostoso, amado

Do barroco es

 

Cocó, 27 jul 2015

 

Mais artigos do Autor.