Poesias

Maria de Lourdes Mozart Martins Moura

 

Cidade antiga, encantadora

Não levo o teu ouro

Mas levo tudo o que vi

E tudo o que fi z

Fotografado na alma

E no coração

Tudo em perfeita harmonia

Como o som das nossas vozes

Como o verde das tuas montanhas

As obras do Aleijadinho

A senzala, tuas ladeiras, teus casarões.

Como é majestoso o nosso País

De norte a sul, de leste a oeste

Numa alquimia divina

A beleza se esparge

Nos enchendo de orgulho

Deste quase continente

Que se chama BRASIL.

•*  *  *  *

Escrevi este poema no dia 23/5/14, sentada num degrau do Hotel Ouro Preto,

inspirada nas montanhas e nos casarões ao meu redor.

Mais artigos do Autor.