Poesias

Abilio Martins - Patrono da Cadeira número 12

“Prezo-me de ter gozado a sua intimidade e desvaneço-me de ter sido escolhido pela sua família, não para apresenta-lo aos leitores, que disso ela não precisava – mas dizer aqui o quanto eu  estimava  esse belo camarada que deixou um nome querido e brilhante na angiologia intelectual do Ceará.

“Muito afetivo com a família, quando se inspirava nos filhos produzia verdadeiras joias de sentimento e graça.”

“Antonio Sales”

·         * * * * * *

Bilhete à Francelina

Ah, minha filha, eu te mando

(E estou certo que ele vai...)

Nos versos que estou traçando,

O Coração de teu pai.

 

Meu coração é sujeito

Alvoraçado na vida:

Já está batendo no peito

Como quem está de partida.

 

Ah, que ele é tão teu amigo

Que, embora siga sozinho,

Para encontrar-se contigo

Duvido que erre o caminho!...

 

Mais artigos do Autor.