Poesias

Raimundo Rodrigues Torres

(Frei Aquino)

 

O pão nosso dai-nos hoje,

Cristo mesmo assim rezou,

Associando ao alimento

Que Deus na Terra deixou.

O pão é coisa sagrada,

Não pode ser “meu” nem “teu”,

O pão nos lembra a unidade

E “nosso” - fraternidade,

Jesus Cristo prometeu.

Por cinco vezes o Cristo

Nas suas mãos segurou

O mais sagrado dos dons,

Nos dando neste alimento

O mistério da fé e do amor.

Ó pão, és símbolo do Pai,

És corpo do Redentor,

És alimento do Corpo,

És das almas o viador.

Pão, que faltas na mesa

De tantos irmãos carentes,

Ensina a quem é rico

Repartir com sua gente.

Mais artigos do Autor.