Poesias

Por Raimundo Ribeiro Lopes

 

Cinquenta extensos anos já passaram,

Ou fomos nós que passamos, eu não sei;

Sei, porém, que as coisas boas que ficaram,

Lembram teu amor ao amor que te dei.

 

Filhos e netos queridos que ampliaram

Os teus sonhos e os sonhos que eu sonhei;

Obras que fiz e que frutificaram,

De igual modo às árvores que plantei.

 

Que mais precisa? Só resta agradecê-las,

As mil graças recebidas do Senhor,

Esperando continuar a merecê-las.

 

Obs:

O autor é pai do acadêmico Manuel Evander Uchôa Lopes

Mais artigos do Autor.