Poesias

Wilson de Oliveira Jasa

 

Em teu corpo sensual tens o perfume,

da mais sensível flor, rosa de amor;

mas mesmo nos meus braços tens queixume,

querendo para ti bem mais calor.

 

Voas em sonho pra mim, qual vaga-lume,

iluminando a noite com fulgor;

és minha doce amada com teu lume,

que é meu nume em momento abrasador.

 

Inspiradora musa da poesia,

que transporta meu ser na fantasia,

fazendo-me viver o amor paixão.

 

És tu, amada minha e companheira,

minha mulher e amiga verdadeira,

quem aquece ninh’alma e coração.

Mais artigos do Autor.