Poesias

Maria Telma de Melo Limaa

Titular da Cadeira nº16

 

CAMINHO DE OUTRORA

Nesta estrada eu caminhei...
Quando criança junto aos pais,
Quando cresci junto aos demais...
Caminhava até a cidade,
Trazia os amigos e a minha vaidade.
Este caminho eu percorri.
Quantas vezes eu renasci...
De sonhos e inquietudes,
De pesadelos ou de virtudes
Neste caminho tinha juazeiro,
Terra frouxa e riacho.
Banhava os pés e no terreiro,
Juntava pedrinhas e muitos cachos,
De flores lindas fazia laços,
No meu cabelo todo ondulado
O sol aquecia a manhã de domingo e...
Neste caminho, vivi história...
No carnaval do meu passado.


20.02.2020

 

Mais artigos do Autor.