Poesias

José Solon Sales e Silva

Titular da Cadeira nº 34

 

COMER BEM

Eu queria era comer

Comer uma boa buchada

Regada com uma cachaça

Panelada era melhor

Rabada também servia

Uma língua ensopada

Comida melhor não há

Eu queria era comer

As coisas do meu Ceará

Do interior lá do norte

Muncunzá com pé de porco

Paçoca se for socada

Um frito bem torrado

Comida melhor não há

Eu queria era comer

Comer um bode guisado

Regado com uma cachaça

Uma língua no molho bom

Bem cozida com pimenta

Um cuscuz com tempero verde

Coisas boas do Ceará

Eu queria era comer

As coisas do meu sertão

Meu sertão do Ceará

Quem me dera

Uma macaxeira

Bem cozida e babando

Regada na manteiga

Eu queria era comer

As coisas do Ceará

Do interior lá do norte

Carne de sol doutro dia

Assada na brasa ardida

Pirão de leite e farinha

Comida de todo dia

Eu queria era comer

As coisas do meu sertão

Meu sertão do Ceará

Leite quente com jerimum

Acompanhado do queijo

Queijo que só eu conheço

Jerimum de leite é bom

Eu queria era comer

As coisas do Ceará

As coisas do meu sertão

Queijo de coalho assado

Em cima da tapioca

Feita em casa

É delícia

Eu queria era comer

Eu queria era comer

Eu queria era comer

Banana noa cozida

Com manteiga lá da terra

Uma cocada talvez

Vinda lá do pé da serra

Eu queria era comer

As coisas do meu sertão

Meu sertão do Ceará

Avoante bem assada

Carne de sol bem tostada

Água da fonte alumbrada

Que gostosa a madrugada

Eu queria era comer

Do sertão do Ceará

As coisas do meu sertão

Coalhada com farina

Paçoca pilada no pilão

Não tem mais

É só lembrança

Eu queria era comer

As coisas do meu sertão

Do sertão do Ceará

Comi tudo e algo mais

A nata pura e plena

Na tapioca daqui.

Coco, 02/01/2019

 

Mais artigos do Autor.