Poesias

Maria Telma de Melo Lima

Titular da Cadeira nº 16

 

I a n a

 

Igual a flor que desabrocha

Arejando os caminhos por onde passa

Nasceu assim, bela e cheirosa

A minha pequena cheia de graça

 

De criança muito esperta

Encantou-me logo que cresceu.

 

Muito ensina-me viver sem complicar

E me olha sempre com ternura

Leio sua alma... Fico a meditar!

Orgulho-me com a sua candura

 

Fico admirada! Você me contagia

Entrando sempre com passos lento

Repassando carinho e alegria

Respiro fundo e vou bebendo

O seu amor, sua paz e harmonia!

Mais artigos do Autor.