Poesias

Ana Magalhães Martins Melo

Patrona da Cadeira nº 10

Verso e Reverso

Tal qual palhaço, tem gente parecida.

E faz da vida cousas engraçadas

Entre comédias, e cenas disfarçadas,

Finge desgosto, ou vida divertida.

 

Vejo um marido: pessoa bem escolhida

Como é alegre junto aos camaradas,

É “boa praça”, rir, conta piadas

Quando volta... é pessoa desiludida!

 

Por quê será que chega transtornado?

Procuro entender o resultado

Do verso e reverso da besteira!

 

Com os amigos: sorrindo endinheirado

Na anedota, se diz é diplomado,

Em casa, só tristeza e quebradeira!

Mais artigos do Autor.