Poesias

Titular da Cadeira Nº 9

Infinitas são as viagens.

Gente vai, gente vem,

Gente, gente vai e vem.

Gente sobe, gente desce.

Há gente por todo lado,

há  gente  em todo  canto,

indo e vindo,

subindo e  descendo,

realizando viagem, realizando  viagens.

Viagens leves, viagens lentas.

Viagens certas, viagens equivocadas.

Viagens adequadas, viagens inadequadas.

Gente sobe, gente desce.

Há gente por todo lado,

há gente em todo canto.

Gente viajando, gente ausente...

Gente alegre, gente chorando,

Gente viajando, gente ausente.

Há viagens bruscas, há viagens exatas.

No embarque e desembarque  há sempre multidão.

Gente sobe, gente desce.

Gente, gente vai e vem.

Viagens bruscas, viagens exatas.

É certo que todos viajarão,

todos acompanharão,

todos terão compaixão.

Durante o sobe e desce,

o desce e sobe,

há estradas retas, há estradas estreitas,

há estradas largas, há estradas sinuosas.

É certo que todos  viajarão,

é certo que todos terão compaixão.

Mais artigos do Autor.