Poesias

Francisco de Assis Martins

Titular da Cadeia nº 15

No ano que vem,

Se for para esquentar,

Que seja na praia;

Se for para enganar,

Que seja o estomago;

Se for para chorar,

Que seja de alegria;

Se for para mentir,

Que seja a idade;

Se for para roubar,

Que seja um beijo;

Se for para perder,

Que seja o medo;

Se for para cair,

Que seja na gandaia;

Se for pra ter guerra,

Que seja de travesseiros;

Se for ter fome,

Que seja de amor;

Se for pra ser feliz,

Que seja o tempo todo!

Mais artigos do Autor.