Poesias

Abilio Lourenço Martins

Titular da Cadeira nº 12

Acabas de nascer.

Só mama e dorme.

Feliz no colo da mãe,

Ora no colo da vó.

 

Bem-vinda Princesa,

Neste mundo de surpresas.

Olhe sempre p’ra frente,

Nos rastos sagrados de Deus.

 

A tua chegada, netinha,

Encheu-me de encanto

E demasiada alegria.

Ah, queria tanto querida,

Beijaste todos os dias.

 

Mas tão distante estarei

Não importando em que lugar

Na Terra ou lá no Céu

Irei sempre te amar.

 

Ao crescer, rogo-te não esquecer

Este amor por ti infinito,

Que por certo levarei,

Quando daqui eu partir.

  

Florianópolis, 08 nov 2016

Mais artigos do Autor.