Poesias

Maria de Lourdes Mozart Martins Moura

 

Eu trago comigo
Lembranças indeléveis
Que ficam remoendo
Cicatrizes antigas
Quase adormecidas
Outras quase vivas
Que teimam machucar.

Eu trago comigo
Os afetos incontidos
Os diálogos sem palavras
Traduzidos no olhar.

Eu trago comigo
Dores adormecidas
Instantes de alegria
Fusão de sentimentos.

 

Mais artigos do Autor.