Crônicas

Abilio Lourenço Martins

 

Dia  dos  Pais  -  Saudade

Se existe uma palavra bem brasileira é a palavra “ saudade”.

É uma das mais difíceis de traduzir, porque possui uma significação complexa, subjetiva e muito individual.

Mas quem nunca sentiu saudade!

Ainda no útero da minha mãe conheci um homem alto, forte, bonito. Nasci e ele sempre muito presente ensinou-me os primeiros passos. Dedicou-me o máximo do seu amor. E eu naturalmente o correspondia.  Ainda criança, lembro-me, a sua ausência por dois ou três dias era, para mim, infinita. Quanta saudade eu sentia!

Na juventude ensinou-me, também, os primeiros passos orientando-me para o esporte e os estudos.

Cresci, tornei-me homem, e ele, como sempre, ensinando-me os primeiros passos. Nesta fase ensinou-me a simplicidade, a honestidade,  o trabalho e o respeito.

Mas  certo dia, já cansado, sem condições de dar os seus últimos passos,  Deus o levou deixando-me a eterna saudade do MEU QUERIDO, MEU VELHO, MEU AMIGO.

Mesmo ausente, um feliz dia dos pais, meu pai.

Abilio, 12 Ago 2011.

Mais artigos do Autor.