Crônicas

Titular da Cadeira Nº 27 - Patrono: José Cecílio do Vale

É preciso ter um atento interesse aos detalhes da obra para se chegar à alma do universo de Herivelto Martins ( 1912-1992). De um álbum de seus 100 anos de arte que encontrei no memorial " Beco das Garrafas", no ancestral Rio de Janeiro, dentre tantos colhi 2 lances geniais do compositor :

- Carlos Gardel - a crônica de uma paixão, em forma de Tango , em forma de sujeito , o objeto é a pessoa. " Um guarda que vigia numa esquina, um casal que anda a procura de um hotel, um resto de melodia, um assobio uma saudade imortal..." parece que eu vejo a cena , e o vejo contando uma história vivida...

- Ave Maria do Morro - Herivelto inspirou-se em Bach , traduziu e deu fluência à melodia bachiana, numa poética que redefine felicidade, em tempo, espaço e vibração.

Da esquerda para direita: Eneida, Guto, o escritor Roberto Adami Tranjan  e sua esposa Maria no Beco das Garrafas

Ele sabia o que estava dizendo, sabia da música que estava fazendo ?dessa e tantas outras do seu universo.

Mais artigos do Autor.