Artigos

Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha

Rio de Janeiro – 20 jan 1866

Rio de Janeiro – 15 ago 1909

*  *  *  *

Apaixonado pelos problemas de seu tempo, adota um estilo radicalmente objetivo, sempre em intensa conexão com o sofrimento humano.

De formação positivista, Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha aproximou a literatura da história. Em contraste com a tradição beletrista do século XIX, adotou uma linguagem seca e substantiva, a meio caminho entre a literatura e a sociologia. O gosto pela ciência naturalista é, porém, temperado pela paixão. O caráter rebelde se evidenciou aos 22 anos, quando foi expulso da Escola Militar. Como correspondente de O Estado de São Paulo, Euclides acompanhou a Guerra de Canudos – o dramático conflito entre as tropas da República e o movimento político-religioso de Antônio Conselheiro. Da experiência resultou o célebre Os Sertões, de 1902, livro que inaugura o modernismo no Brasil. Foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras em 1903.

 Morreu assassino por Dilermando de Assis, amante de sua esposa.

*  *  *  *

Principais obras:

Os Sertões, 1902

Não Ficção:

Contrastes e Confrontos, 1907

A Margem da História, 1909

Mais artigos do Autor.