Artigos

Abílio Lourenço Martins

Titular da Cadeira nº 12

 

Feliz, realizada, missão cumprida!

            Duas entidades marcaram, a partir do ano de 2002, a vida sociocultural da nossa cidade, o Ipu. Indiscutivelmente.

            Refiro-me a Associação dos Filhos e Amigos de Ipu – AFAI, fundada no ano de 2002 e da sua filha, assim chamo, a Academia Ipuense de Letras, Ciências e Artes, no ano de 2006

            Todas as diretorias, sem exceção, e com as dificuldades inerentes, principalmente no início da criação dessas entidades, contribuíram, sobremaneira, para o engrandecimento de ambas.

            Referindo-me mais precisamente à Academia Ipuense de Letras, louvemos as gestões de todas as diretorias que por lá passaram, presididas pelos eminentes e abnegados acadêmicos: Manuel Evander Uchôa Lopes, Sebastião Valdemir Mourão, Abílio Lourenço Martins, Cláudio César Magalhães Martins, e agora, por último, a Professora Natália Maria Viana Soares Lopes.

            Queria e seria justo registrar, neste comentário, um relato sobre a expressividade com que cada presidente marcou a sua gestão, dentro das adversidades e peculiaridades próprias; entretanto, todos tiveram em comum o fundamental para presidir uma entidade: a dedicação.  Some-se, a isso, a independência política que todos mantiveram o que é, para muitos, difícil de desassociar, principalmente em uma cidade pequena do interior.

            Dia 17 de janeiro, deste ano, a Professora Natália Viana entregou o cargo de presidente da entidade ao competente Francisco Martins de Souza Torres.

            Dona Natália, agora quem fala não é este articulista, mas peço permissão para falar em nome dos demais acadêmicos: parabéns pela notável administração à frente da entidade. Uma gestão cheia de brilho. O mesmo brilho que nos tocava, como professora, ainda, lá no Ginásio Ipuense.

            Foi muito trabalho, sabemos, mas, sem dúvida, prazeroso quando culminado com o êxito e o reconhecimento dos colegas.

            Hoje, tenho certeza, que o sorriso estampado nessa última foto, ocorrida na noite que encerrou o seu mandato, retrata claramente o seu pensamento de felicidade, realização e missão cumprida.

            Parabéns!

            Abílio, 25 jan 2020

 

Mais artigos do Autor.