Artigos

           

José Solon Sales e Silva

Titular da Cadeira Nº 34

            Tecnologia e comunicação interativa e imediata. Neste espaço atemporal e virtual existem as comunicações síncronas e assíncronas. A primeira quando se está on line, a segunda quando a resposta chega depois de minutos, horas ou até dias.

            Nasci em um tempo onde a comunicação síncrona e assíncrona não existia. Hoje? Zap, zap, zap. Facilita a vida? Muito. Linguagem e mensagem impessoal? As pencas. Replica-se praticamente tudo que se recebe. Escreve-se praticamente nada.

            Tempos atrás existiu um termo muito em moda, ou melhor, uma palavra que já designava o que hoje é zap: ‘clichê’. Curiosamente esta palavra voltou a moda sem que os internautas saibam. A frase pronta. O que me mandaram. Com uma diferença, a imagem ou a animação visual. Mundo da visão ou mundo do escrever? Mundo do nada, mundo do velho clichê.

            Também uma infinidade de contatos: da família, dos amigos; colegas de time de futebol; da escola; dos conhecidos das peladas; dos grupos de trabalho e vamos listando... Sequer há tempo de ler tantas e tantas, diria quase que infinitas mensagens. Deixe de acessar o whastsapp por vinte e quatro horas e veja o resultado. Mais de duas mil mensagens seguramente. Detalhe as pessoas escrevem uma única palavra e enter. Aki, mais fácil, mais rápido inteligível. Linguagem particular.

            Fazer o quê? Sou de um tempo aonde se lia um livro por semana e com estas leituras aprendia-se a escrever. E escrevíamos. Mas esta ferramenta facilita indiscutivelmente os processos de comunicação, sem dúvida. Bom viver com estas realidades da leitura e do mundo virtual.  

Mais artigos do Autor.